31 de jul de 2009

40 anos de woodstock, no lens.


Lens: woodstock + 40 anos.

Se teve um ano que bombou, foi 1969. Homem na lua, primórdios da internet, woodstock... Aqui no Brasil, o bicho pegava pesado, com o endurecimento político depois do AI5.

Porém, numa fazenda no estado de Nova Iorque, um festival de rock entrou para o imaginário coletivo da contra-cultura. Paz e amor, movimento hippie, guerra do vietnã, movimento dos direitos civis. O caldeirão armado durante todo os anos 1960 estava prestes a ferver em modo de rock.

Para recordar o aniversário, o Lens chamou Bill Eppridge para narrar suas próprias fotos, 40 anos depois. Fotojornalismo que vira documento, que vale pelas atitudes e imagens de uma geração que hoje deve estar entrando na faixa dos 60 anos! O ensaio tem o mérito de ver o festival por dentro, no melhor estilo atrás da cena.

Valioso. Na narrativa de Eppridge tem pérolas como "para que se preocupar se estava sujo se você tinha o resto do ano para ficar limpo"! Entre outras coisas comuns ao espírito e hábitos da época. Tá curioso? Confira.

Conselho: ponha um rockão dinossauro pra tocar, apague as luzes e coloque o slide-show em tela cheia. Curta o tunel do tempo.

Marcadores: , , , , , ,

30 de jul de 2009

AGENDA RECIFE: Sábado é dia de trem. E de fotografia também.



O dia internacional da fotografia é, todo mundo sabe, 19 de agosto. Mas em Recife, a comunidade de fotógrafos vai agitar a parti do dia 1 de agosto, com uma expedição fotográfica de trem, do Recife até a cidade do Cabo de Santo Agostinho. A idéia começou a circular pela internet, na lista fotoPE, foi crescendo, ganhando corpo e o resultado promete ser bonito.

A saída é bem cedo, 7h da manhã. De véspera: Carreguem as baterias, formatem os cartões, ou ponham os filmes na sacola. A inscrição é gratuita e deve ser encaminhada por email para Ivan Alecrim (ivan@comuniquebr.com). Atenção: é para estar na estação central do Recife antes desse horário e ter o nome na lista.

No dia 19, haverá um varal fotográfico na rua da Moeda, a partir das 13h. Depois, haverá projeções na torre Malakoff no final da tarde.

Para setembro, data ainda a definir e ser divulgada, haverá uma mesa-redonda. O assunto: Essa velha senhora, que completa 170 anos de patenteada, a fotografia, que faz, sempre, parte das nossas vidas.

Marcadores: , , ,

AGENDA SALVADOR: Começa amanhã o Agosto da fotografia


Como já tínhamos antecipado, amanhã começa 0 Agosto da fotografia, em Salvador. A cidade estará envolvida no quinto festival nacional da fotografia. Na agenda do evento haverá exposições, lançamentos de livros, oficinas, mesas redondas, além da homenagem a Voltaire Fraga, fotógrafo que teve como tema a cidade de salvador durante mais de meio século.

Exposições

1º a 30/8 - Palacete das Artes Rodin Bahia (3117-6910)
À procura de um olhar -Fotógrafos franceses revelam o Brasil
Abundante cidade -Dessemelhante Bahia -Voltaire Fraga

5 a 29/8 - Galeria Acbeu (3444-4411)
Porto da Barra - Marc Dumas (o fotógrafo estará no local no primeiro dia)

6 a 28/8 - Galeria do Conselho (3117-6193)
Luz do interior - Iêda Marques

8/8 a 13/9 - Galeria Solar Ferrão (3117-6440)
Diário de Bolsa -Instantâneos do Olhar -Vânia Toledo

9/8 a 11/9 - Santa Casa de Misericórdia (3322-7355)
A construção de uma memória - Sérgio Benutti

Confira a programação completa no site: www.agostodafotografia.com.br

Marcadores: , , , , , ,

28 de jul de 2009

AGENDA RECIFE: Clicio I - Arte Plural Galeria traz expo Verso/Reverso


Dando continuidade a sua pauta de exposições, a Arte Plural Galeria, traz desta vez, o trabalho VERSO/REVERSO, do Fotógrafo Clicio Barroso. A exposição abre no dia 05 de agosto para convidados e no dia 6 para o público em geral. A curadoria é de Simonetta Persichetti, na 1ª vez que Clício expõe na capital pernambucana.

Segundo o próprio Clício, a ideia da exposição é mostrar o universo das modelos, que, apesar de muito bonitas, são extremamente frágeis psicologicamente. Dessa forma, o fotógrafo se preocupou em ir desconstruindo aos poucos o mito da beleza ditos fundamental no mundo da moda. “Fiz primeiro as fotos delas produzidas, maquiadas, poderosas e se sentindo seguras. Depois, peguei as mesmas mulheres e as fotografei totalmente desmanchadas e borradas, com cólica menstrual, sozinhas e com raiva do namorado”, destaca.

Para que a mostra surta o efeito esperado, a disposição das fotos é fundamental. Assim, as imagens ficarão organizadas em dois pisos da galeria. No primeiro, estarão as modelos lindas e maravilhosas (Verso). À medida que se vai subindo as escadas para o segundo, o público dar de cara com a realidade nua e crua dessas mulheres (Reverso).

Ao todo são 20 fotografias, que receberam o mínimo de tratamento digital possível – principalmente na parte do Reverso. A produção começou em 2008 e foi finalizada ainda este mês (julho de 2009). Entres as modelos que participaram do trabalho, Raquel Galvão e Hellen Melo.


Foto: Clicio Barroso.

Bate Papo ligeiro com Clício, via e-mail:


AF - No trabalho verso/reverso, qual a sua sacada? o que procurou explorar no conjunto do trabalho?

Clício: Como as modelos, que parecem lindas e seguras, são na realidade seres psicologicamente muito frágeis...

AF - Em função do resultado, qual foi a sua avaliação/ resposta?

Clício: Muito fácil desconstruir o universo da beleza. Bastam dez minutos de perguntas íntimas, e elas (as meninas) desabam...

AF - No que esse trabalho impacta no seu percurso e carreira profissional?

Clício: Adoro fazer trabalhos autorais, que sempre me dão subsídios para os trabalhos comerciais. Aliás, esse rótulo "autoral" está ultrapassado. Adoro o meu trabalho. Ponto.


A expo Fica até o dia 26, sempre, na Arte Plural, já tradicional reduto da fotografia em Recife.

SERVIÇO:
“Verso/Reverso”, de Clício Barroso
Vernissage – cinco de agosto
Abre ao público – seis de agosto
Na Arte Plural Galeria, Rua da Moeda, 140, Bairro do Recife
Informações: (81) 3424.4431

Contato para entrevista:
Clício Barroso – (11) 4432.1253 / 8464.9662

Marcadores: , , , ,

AGENDA RECIFE: Clicio - II. Lançamento do Livro Lightroom 2 + workshop


Lightroom 2: manual disseca o software de modo didático e passo a passo.


Na sua vinda a Recife, (ver post acima) Clicio ainda lancará o seu novo livro, "Adobe Photoshop Lightroom 2". O livro é o primeiro em português que esmiúça os recursos do software. Segundo o próprio Clicio, em relação ao volume lançado anteriormente, este tem "60 páginas a mais, todo reescrito, todas as imagens novas e maiores, todas as novas ferramentas". Fartamente ilustrado, trata do fluxo digital da imagem, e com exemplos de trabalhos reais, demonstra as potencialidades do Lightroom.

A edição é pela editora Photos. A publicação estará à venda na Livraria Cultura e Arte Plural, online pode ser adquirida Aqui.

Quanto ao workshop, o fotógrafo vai ensinar e demonstrar como usar as ferramentas do Photoshop CS4 e do Lightroom-Integrado. As aulas serão realizadas de sete a nove de agosto, das 14h às 18h30, na Arte Plural. Com apenas 25 vagas.

Serviço
investimento: R$ 320,00.
Informações e inscrições pelos telefones 81 3424.4431, 9164.3564 e 9111.7568.
Integrantes da Fototech têm 20% de desconto.

Marcadores: , , , , , , ,

Agência Gamma com o pé na cova



Com dados da Reuters

A crise financeira, que também atinge a mídia, parece estar fazendo sua nova vítima. A agência fotográfica francesa Gamma, que ficou famosa documentando o levante estudantil de maio de 1968 em Paris e a Guerra do Vietnã, anunciou nesta terça-feira que sua sobrevivência está em risco.

Com a concorrência da Internet desafiando a mídia impressa tradicional, cuja circulação vem caindo em praticamente toda parte, os editores vêm tendo menos dinheiro para gastar com imagens de agências como a Gamma. Some-se a isto a crise financeira internacional e a queda dos anunciantes da mídia impressa, e o cenário está montado.

Fundada em 1966, a Gamma encabeçou a geração de ouro do fotojornalismo francês, cujas imagens premiadas de eventos mundiais ganhavam as capas da influente revista Paris Match e as primeiras páginas de jornais em todo o mundo.

A Gamma hoje emprega cerca de 55 profissionais, 14 dos quais são fotógrafos. Se a gamma fechar as portas será o fim de uma agência onde militou gente do porte de Raymond Depardon, Gilles Caron, David Burnett e Françoise Demulder, a primeira mulher a ganhar um WPP, em 1976, com a foto abaixo, feita durante a guerra do Líbano.


Foto: Françoise Demulder/ Gamma.

Marcadores: , , ,

AGENDA RIO DE JANEIRO: WPP no Rio.


Foto: Callie Shell

O Rio de Janeiro recebe de 29/07 a 23/08 a mais importante exposição mundial de fotojornalismo. Unindo arte, fotografia e jornalismo, a mostra promovida pela organização World Press Photo. De maio a dezembro a mostra percorre 61 cidades pelo mundo, em um total de 37 países, com uma previsão média de visitação de dois milhões de pessoas ao todo. O Rio de Janeiro é a primeira cidade da América Latina a receber a exposição.

A participação do Brasil na mostra - Nesta edição do prêmio o Brasil teve três fotógrafos premiados. Eraldo Peres, da Associated Press, ganhou a Menção Honrosa em Vida Cotidiana, Categoria Singles, com uma foto feita em 22 de janeiro de 2008, mostrando várias pessoas em volta do corpo de Thiago Franklino de Lima, 21 anos, morto na Favela do Coque, no Recife, nordeste do Brasil. Já Luiz Vasconcelos, da Zuma Press, foi o primeiro colocado em Notícias Gerais, Categoria Single, com a foto de uma mulher que tenta resistir à polícia que expulsa ocupantes de terrenos particulares na cidade de Manaus, no Amazonas, Brasil. O terceiro premiado foi André Vieira, da Focus Photo und Presse Agentur, terceiro colocado em Artes e Entretenimento, Categoria Singles, com um registro do estilista de moda angolano Shunnoz Fiel, que faz parte da nova geração de estilistas do país.

Além disso, o Brasil aparece em uma série de cinco fotos do mexicano Carlos Cazalis, primeiro colocado em Assuntos Atuais, categoria Série de Fotos, com o registro de moradores de rua dormindo em São Paulo, sendo um deles em frente a um dos símbolos da elite paulistana, o Jockey Club de São Paulo.

SERVIÇO.
Exposição World Press Photo 2009.
CAIXA Cultural RJ, de 29 de julho a 23 de agosto,
de terça a sábado, 10h às 22h; domingo, 10h às 21h ,
Av. Almirante Barroso, 25 – Centro (Metrô: Estação Carioca). Entrada Franca
Telefone: (21) 2544-4080 | Realização: Capadócia Produtora Cultural.

Marcadores: , , ,

27 de jul de 2009

Duas do Tour de France

O maior evento de ciclismo do mundo terminou ontem. Sem exagero, o Tour de France está para o ciclismo como a copa do mundo está para o futebol.

A corrida de bicicletas acontece há 96 anos, no auge do verão europeu, percorre mais de 3500km em 21 etapas. Neste ano, a competição começou em Mônaco, no dia 4 de julho.

Duas excelentes galerias estão disponíveis na web. Mais uma vez, o Big Picture dá um show com imagens belíssimas que dão a dimensão do evento. É mais focado na corrida e nos atletas, explorando bem o percurso e as paisagens.


Foto: Jasper Juinen/Getty Images

O blog fotográfico do Washington post, não fica atrás. Fica mais no eixo do que acontece em torno da corrida. Afinal, o tour é o evento de maior assistência de público direto (sem contar televisão, internet) no mundo, um verdadeiro acontecimento anual.


Foto: Lionel Bonaventure-AFP/Getty Images


Os dois sites demonstram, sem dúvida, a escala que a coisa representa. Não é corrida pra amador, conseguem demonstrar a relevância do ciclismo na Europa, coisa que aqui pelo Brasil está longe de acontecer. O mais importante: oferecem um rico repertório visual de como deve ser abordado um evento esportivo dessa magnitude.

Marcadores: , , , , ,

Original Tokyo Style


Tokyo Camera Style: nem aí pras digitais...


Se você está cansado ter ter a mesma câmera que todo mundo tem, ou fica tomando partido na briguinha nikon vs. canon, dê uma olhada no blog Tokyo Camera Style. Tem de tudo: de máquina vintage, das feitas de plástico, às mais recentes. De comum entre elas? Tem que ser de filme.

Trata-se de uma movimentada e curiosa comunidade de fotógrafos que continuam usando filme (por fetiche, adoração, opção estética ou resistência!) e mantêm seus dispositivos funcionando como relógios. Vale conferir. Reparem o excelente estado de conservação da maioria dos "mimos". Coisa de quem ama fotografia e não entra no jogo de troca-troca de câmera digital a cada ano.

Marcadores: , , , ,

26 de jul de 2009

Kamayurás no Lens, do NY Times.


Foto: Dammon Winter.

Os Kamayurás são uma tradicional sociedade indígena que vive no parque nacional do Xingú, estado de Mato Grosso. Já foram registrados algumas vezes em foto e vídeo. Desta vez, estão no Lens, o blog de fotografia do New York Times.

Além das cores saturadas e belíssimas imagens da vida selvagem, ou quase isso, vale verificar o tom híbrido do ensaio. Meio no fotojornalismo, meio no registro etnográfico. Tem, obviamente, um pouco do fascínio gringo que olha a realidade indígena através do prisma do exotismo, mas nada que comprometa.

As fotos são de Dammon Winter, em trabalho feito em conjunto com a repórter Elisabeth Rosenthal. Não dá para encarar como um registro antropológico, nem é essa a proposta, mas cumpre o papel de ensinar um pouco sobre o mundo singular dos indígenas que presenciam os choques da tradição com o mundo moderno que os cerca.

Marcadores: , , , , , , , ,

23 de jul de 2009

Primeira câmera digital em 3D será lançada em Agosto


Fuji Finepix 3D. Novidade?
Os marketeiros são hábeis profisisonais em reempacotar conceitos já existentes como se fossem idéias novas. No caso da Fuji Fine Pix 3D, a cena se repete.

Para quem (ainda) não vislumbrava o exponencial crescimento da fotografia digital nestes últimos anos, ai vai a “novidade”: no próximo dia 8 de agosto, a Fujifilm lançará no Japão a primeira câmara digital compacta que permite fazer fotografias e gravar vídeos em formato tridimensional, sem que óculos especiais sejam necessários para ver as imagens. Batizada de FinePix Real 3D W1, ela conta com um sistema que, por meio de duas lentes, capta diversas imagens e transforma tudo isso em uma única foto ou vídeo em terceira dimensão.


Agora vamos aos detalhes financeiros: o modelo, com dez megapixels e zoom óptico de três vezes, por aproximadamente 60 mil ienes (447 euros). Já uma tela utilizada para visualizar as fotos e videos em tamanho maior será vendida ao preço de 50 mil ienes (372 euros). E ai, dá pra encarar?


A FinePix Real 3D W1 começará a ser vendida no final de agosto fora do Japão.


Estereoscópio do século XIX.


O conceito da foto 3D, no entanto, acompanha a própria história da fotografia. Sempre se tentou simular um efeito de tridimensionalidade para o registro do instante. Ainda no século XIX, os estereoscópios (foto acima) foram uma febre. O aparelho permitia visualizar fotos tomadas com uma camera de duas lentes! Exatamente o mesmo princípio tecnológico da Fuji 3D. Com a ligeira diferença existente entre o ângulo de tomada da cena por cada lente, cria-se o efeito 3D na observação através de um dispositivo específico.


A aerofotogrametria usa o mesmo princípio: interpretação de imagens feitas com câmeras de duas lentes. durante o 'seculo XX houve vários sistemas de simulação de foto em 3D... nada de muito novo.


Jonathan Crary, the techiniques of observer


Para saber mais sobre o estereoscópio, há o brilhante livro do Jonathan Crary, the techiniques of observer, que analisa em profundidade o fenômeno ainda no século XIX. Na verdade, o estudo de Crary é muito mais amplo: Ele usa o estereoscópio como pano de fundo para perceber as mudanças na visualidade, seja do século XIX, seja contemporânea, que, marcadas por usos de técnicas de registro (seja estereoscopia ou computação) alteram os significados estabelecidos para observador e representação.


Para cada época, sistemas e regimes do olhar diferenciados. Contudo, há um eixo comum que separa essas técnicas com mais de 150 anos de distância no tempo: a tentativa de estabelecer uma hiper-realidade na fotografia, no caso, tentar embutir na estética fotografica um recurso e perspectiva de visualização a mais.


Vele conferir tudo: a camera da Fuji, a história do estereoscópio e o livro de Crary. Só não dá para aceitar a Fuji 3D como novidade, nem o papo dos marketeiros...


EXTRA: Na wired deste mês tem um video-tutorial ensinando como se obter imagens em 3D a partir de cameras comuns. Vale conferir.

Post enviado por João Guilherme Peixoto e transubstanciado por José Afonso Jr.

Marcadores: , , , , , , , , , ,

Rio Grande do Norte: Bela Iniciativa, 2º edição do Jornal de Fotografia é lançado


Com dados do blog Grande Ponto

Já está nas bancas o 2º número do "Jornal da Fotografia", uma publicação independente, sem tutela política editorial ou empresarial, voltado para o segmento das artes visuais no Rio Grande do Norte e propriedade de três profissionais: Marcus Ottoni, João Maria Alves e Brum.

O "Jornal da Fotografia" é uma publicação mensal, impressa com páginas em policromia e preto e branco, em formato tablóide com 16 páginas e tiragem de 2.000 exemplares. Traz em suas páginas reportagens com profissionais do Estado, informações variadas sobre artes visuais, dicas de tutoriais e fotografias, ensaio fotográfico e fotos dos leitores selecionadas entre as recebidas durante o mês, além de um classificado de materias de fotografia.

Post enviado por João Guilherme Peixoto

Marcadores: , , , ,

21 de jul de 2009

David Burnett bem de perto


Normandia, 50 anos depois. Foto: David Burnett, 1994.

Alguns dias atrás escrevemos sobre um ensaio de David Burnett feito em 1969, para a Time, sobre o lançamento do Apollo 11. O ensaio foi desenterrado 40 anos depois e é um valioso documento de uma época. Porém, Burnett tem um longo percurso na fotografia. De cobertura de olimpíadas aos danos do furacão Katrina, de retratos de Bob Marley à cobertura de guerras.

Fora isso, o fotógrafo se caracteriza por uma abordagem experimental, como, por exemplo, as fotos de Nova Orleans, pós-Katrina, foram feitas numa speedgraphic, uma camera de grande formato, muito usada no fotojornalismo dos anos 1930-40, que permite foco seletivo e é difícil ou impensável de ser usada pela geração de fotógrafos movida a bits.

Os resultados desse tipo de abordagem e muito do material do fotógrafo pode ser conferido no site do próprio Burnet.

Mais abaixo, disponibilizamos uma palestra de Burnett sobre a sua trajetória. Aqui colocamos apenas a primeira das sete partes. O resto, pode ser conferido no Youtube. Recomendamos. É uma tremenda aula de fotojornalismo.

David Burnett, Measures of Time, part 1.

Marcadores: , , , ,

Essa é para quem tem coragem!


Foto: Eric Cheng.

Vejam só essa: depois de dedicar-se por 8 anos a registrar as belezas da vida submarina, o americano-taiwanês Eric Cheng realizou o sonho de registrar close-ups de tubarões.

Em viagem às Bahamas, mes passado, o fotógrafo registrou os animais na superfície, usando peixes como isca. E como ele consegui essa proeza? Cheng pendurou a câmera em uma extensão e segurou-a perto a superfície da água, com o apoio de um barco de pesca. "Não é uma boa ideia entrar na água quando os tubarões estão na superfície", confessa o fotógrafo.

Cheng, de 33 anos, é mergulhador desde 1995, e virou fotógrafo submarino em 2001. Hoje, ele edita o site wetpixel.com, que reúne trabalhos de fotógrafos submarinos de todo o mundo.

Post enviado por João Guilherme Peixoto.

Marcadores: , , ,

LEICA M8: sonho de consumo... ou pesadelo.


Leica M8.

Desde que foi lançada, em setembro de 2006, a Leica M8 tem despertado interesse e curiosidade no universo de fotógrafos sérios. Em parte, por pertencer a legendária marca alemã, em parte, por ser a primeira leica da série M - de visor com telêmetro - com captura digital.

A série M da leica é historicamente uma síntese entre precisão, alta qualidade óptica, simplicidade de operação e, sobretudo, robustez. Foi a camera presente no desembarque da Normandia, 65 anos atrás, e em diversas coberturas de guerra. Tenho uma velha M5, modelo dos anos 1970, que funciona como um relógio e nunca deu pau ou enguiçou.


M8 não é boa de guerra.

Pois bem, essa imagem de Land Rover das câmeras, está sendo questionada. Mesmo com o lançamento da M8.2, no ano passado, com uma série de incrementos e upgrades, o modelo tem sido criticado justamente em alguns pontos fortes da marca.

Vale ler o Teste de campo, feito por Michael Kamber. O post é meio "velho", está com um ano. Mesmo assim, é uma pancada!

Kamber, fotojornalista de guerra, disseca a M8 no campo de batalha e os resultados... não são bons! Ruído em excesso mesmo com iso baixo, fator de crop limitante, imprecisão de enquadramento, erro no balanço de branco, lentes caríssimas, baixa robustez (ele usou três cameras, uma dando defeito atrás da outra) e, a cereja do bolo: pagar mais de 5.000 dólares para ter um sensor kodak dentro da camera!

Leiam e tirem suas conclusões. Em tempo de alta concorrência e de desenvolvimento tecnológico velocíssimo, vale pensar em ter uma M8. A não ser que seja por fetiche...

Marcadores: , , , , ,

AGENDA PORTUGAL: Exposição Word Press Photo

Tem início essa semana (25/07) e segue até 16 de agosto, no Museu de Portimão, a exposição “Word Press Photo 2009”, uma reunião das imagens vencedoras do premio mais cobiçado pelos fotojornalistas mundo afora. A entrada é gratuita.

Serviço
Exposição da World Press Photo
Local: Museu de Portimão, Portugal
Data: 25/07 a 16/08
Horário: 18:00 às 00:00 h
Entrada Gratuita

Post enviado por João Guilherme Peixoto.

Marcadores: , , ,

AGENDA PORTUGAL: Concurso de fotografia "Um Concelho, Mil Imagens"

Buscando incentivar a descobertas das belezas naturais de Águeda, o Gabinete de Atendimento ao Munícipe recebe imagens até o dia 19 de agosto para concurso “Um Concelho, Mil Imagens”, que desafia os participantes a descobri este município português nos temas “Ambiente em Turismo e Flashes de Águeda”. Aberto a todos, desde fotógrafos amadores a profissionais, cada participante pode apresentar, no máximo, três trabalhos - realizados com qualquer tipo de máquina fotográfica.

Os trabalhos deverão ser entregues em mão até às 16,30 horas de 19 de Agosto, no Gabinete de Atendimento ao Munícipe (GAM) ou enviados por correio até ao mesmo dia (conta a data do carimbo dos CTT) para Concurso de Fotografia “Um Concelho em Mil Imagens”, Câmara Municipal de Águeda, a/c Célia Laranjeira, Praça do Município, 3754-500 Águeda.

Post enviado por João Guilherme Peixoto.

Marcadores: , ,

18 de jul de 2009

A lua. Na terra.


Foto: David Burnett.

Há 40 anos, David Burnett, hoje consagrado, era um fotógrafo iniciante, com 22 anos, e free-lancer da time. Propos e convenceu a revista que uma cobertura inusitada do lançamento do apollo 11 seria interessante.

A idéia era registrar a atmosfera em torno do fato. Uma espécie de "lado B" do evento, já que provavelmente todo mundo e mais a imprensa estavam fotografando exatamente a mesma coisa: o lançamento do foguete. Quem, então, estaria olhando para as pessoas? O que esse material poderia render?

40 anos depois, rever essas fotos é uma deliciosa viagem no tempo. Burnett tinha razão. Hoje, essas imagens são um contraponto a tudo o que foi fotografado e agendado sobre o homem na lua. Vale pelo colorido dos anos 1960, pela atmosfera e por ver o lado pop da coisa.

Tá tudo no Lens.
Para ver o excelente site de Burnett, clique aqui.

Marcadores: , , , , ,

17 de jul de 2009

Existe diferença entre manipulação e tratamento?

A dica veio do colega José Antônio Rocha, leitor do AutoFoco.

Existe um limite do que podemos entender como manipulação? Ou de diferenciar isso de um simples tratamento da imagem? Tratar pesadamente uma foto, mesmo sem eliminar ou inserir elementos, pode ser considerado manipulação?

São limites que sempre estão postos quando o jogo envolve o jornalismo. Vamos ao caso.

As fotos em questão mostram a governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius, batendo boca com manifestantes em frente à sua casa.


Capa do Estado de São Paulo, 17 de julho de 2009.


A foto na capa do Estadão mostra o cartaz que a governadora segura com um nível de contraste que permite ler claramente o que está escrito.



Foto como foi impressa no Estado de São Paulo.


Porém, em outros jornais e sites, com fotos da mesma situação, o cartaz que a governadora segura, aparece com um nível de legibilidade nitidamente inferior. Detalhe: as fotos são do mesmo fotógrafo: Roberto Vinícius, que é da Agência Estado.


Foto como foi impressa no Jornal Zero Hora.


Arquivo digital da mesma foto.

Ora, a Agência Estado é braço informativo do grupo Estado de São Paulo e fornece conteúdo para vários jornais, sites e serviços informativos. Isso inclui os próprios jornais do grupo.

Perguntinhas...

1: Onde se deu a alteração neste percurso? A foto saiu "limpa" ou editada da Agência? Ou foi alterada no Jornal?
2: Que diretrizes editoriais orientaram a decisão de alterar o contraste da foto de modo a dar legibilidade diferenciada ao cartaz? Ou, em outras palavras: No caso de um contra-argumento de um editor de imagens no sentido de "a alteração foi para dar mais legibilidade ao cartaz quando da impressão no jornal", o que, o bom senso ético argumentaria?
3: Há, nitidamente, níveis de percepção visual diferenciados entre as duas imagens. Na primeira, ela é mais literal, reduz a subjetividade e dá fala a governadora. Na segunda, é mais dedutiva, complementadora. E então: É manipulação ou tratamento? Ou ainda: são forças maiores que estão envolvidas além do âmbito do fotojornalismo?


Por favor, polemizem.

Marcadores: , , , , , , ,

Morreu nos EUA o fotógrafo da arquitetura Julius Shulman


Julius Schulmann fotografando. Abaixo, sua foto mais famosa:
Case Study House Nº22.


Foto: Julius Schulmann

Faleceu nesta quarta feira (15/07) aos 98 anos, em Los Angeles (California), um dos maiores ícones da fotografia de arquitetura do século XX, o americano Julius Shulman. De uns tempos para cá, o homem visto como o melhor fotógrafo arquitetônico da história virou figura cult da arquitetura moderna minimalista da metade do século 20 que ele divulgou pelo mundo.

Uma das suas imagens mais conhecidas ("Case Study House Nº22"), levou milhões de pessoas a sonhar com uma vida perfeita: retrata duas mulheres sentadas em uma casa de vidro que aparenta estar suspensa no ar, iluminada pelo sol de Los Angeles.

Confira aqui o vídeo 'shelter' sobre a fotografia de Schulmann.



Para quem quiser conferir, há um documentário sobre a vida do fotógrafo narrado por Dustin Hoffman: "Visual Acoustics: The Modernism of Julius Shulman". Link, aqui.


Post enviado por João Guilherme Peixoto.

Marcadores: , ,

Princesas? Nem tanto assim...


Foto: Dina Goldstein

Pode conferir, recomendadíssimo! Ensaio da fotografa norte americana Dina Goldstein que desconstroi o universo de conto de fadas em que vivem as sempre belas, esbeltas e comportadas princesas. Tem de tudo por lá: Branca de Neve após um casamento mal sucedido, Bela Adormecida passando por cirurgia plástica, Cinderela deprimida esperando pelo seu principe encantado...

Segundo a fotógrafa, as versões dos contos de fada da Disney, responsável pela popularizão das histórias mundo afora, constituiem-se sempre pela mesma tríade: um começoi triste, uma vilã arrogante e um final feliz em que a vítima transforma-se, pelo amor, em uma linda princesa. Dina conta ainda que a inspiração para o ensaio veio da fascinação das meninas pequenas pelas princesas, e na mania dessas crianças de se vestir como elas.

Para ver o ensaio, clique aqui e acesse o link “Fallen Princessses”.

Post enviado por joão Guilherme Peixoto.

Marcadores: , , , ,

AGENDA BRASILIA: Caixa Cultural recebe a exposição 30 anos de fotografia

Mario Cravo Neto, Thomaz Farkas, Cristiano Mascaro, Carlos Moreira... Que tal ter a oportunidade de observar estes renomados fotógrafos durante o processo criativo, em plena atividade?

Pois bem, quem quizer pode dar uma passadinha na Galeria Vitrine da Caixa Cultural, em Brasilia, e conferir uma mostra com 40 imagens reunidadas pela curadora do projeto e pesquisadora Rosely Nakagawa. As fotografias são fruto de um trabalho de coleta da pesquisadora que já dura 30 anos. Fica a dica.

Serviço

Exposição Caixa Cultural

Local: Caixa Cultural - SBS, Qd. 3, Lt. 34 - Asa Sul - 3206-6456/9448/9449
Data: Diariamente, das 9h às 21h
Preço inteira: Entrada franca
De: 15/07/2009
Até: 16/08/2009
Informações: 61-3206-9448


Post enviado por joão Guilherme Peixoto

Marcadores: , , ,

AGENDA CEARA: Casa Amarela inscreve para cursos de cinema, vídeo e fotografia

Até 31 de agosto (ou até o preenchimento das vagas), estão abertas as inscrições para os cursos de extensão da Casa Amarela Eusélio Oliveira. São ofertados os cursos de Cinema e Vídeo, com; Cinema de Animação e Fotografia, que contará com duas turmas: a primeira, com aulas às terças, quartas e quintas-feiras, das 14 às 16 horas, e a segunda, nos mesmos dias da semana, no horário das 19 às 21 horas (duração de dois meses – 60 h/a). As aulas começam em setembro. O valor fica entre R$ 180,00 e R$ 200,00.

Inaugurada em 27 de junho de 1971, a Casa Amarela Eusélio Oliveira oferece cursos nas áreas de cinema, fotografia e animação, além de formar platéias para a área de audio-visual, difundindo a memória do povo cearense.

Serviço

Curso de Cinema, Vídeo e Fotografia (Casa Amarela – Universidade Federal do Ceará)

Av. da Universidade, 2591 – Benfica
CEP 60415-110 – Fortaleza – CE
Fone 1: 3366 7771
Fone 2: 3366 7772
Fax: 3366 7773
Responsável: Wolney Matos de Oliveira



Post enviado por joão Guilherme Peixoto

Marcadores: , , , , , ,

AGENDA SÃO PAULO: II Premio de Fotografia da USP

Dica do blog Fotocolagem

Com o intuito de promover, divulgar e valorizar o patrimonio cultural do bairro do Bexiga, o Centro Cultural de Preservação Cultural USP promoverá, entre 03 de agosto e 01 de outubro, o seu segundo Prêmio de Fotografia, que tem como tema as transformações por que passou o bairro do Bixiga, em sua trajetória no tempo.

As inscrições podem ser feitas por fotógrafos amadores ou profissionais de qualquer idade. O regulamento completo, a listagem das categorias e os respectivos premios estarão disponíveis no site do Centro de Preservação Cultural (CPC), seção “Agenda” a partir do dia 20 de julho.

Serviço

II Premio de Fotografia da USP

Centro de Preservação Cultural
Universidade de São Paulo (CPC-USP)
Rua Major Diogo, 353 - Bela Vista
01324-001 - São Paulo, SP - Brasil
tel/fax + 55 11 3106-3562
e-mail cpcpublic@usp.br


Post enviado por joão Guilherme Peixoto

Marcadores: , , ,

16 de jul de 2009

Cadê o umbigo?


Foto: Luis Crispino. Photoshop: ?????.

Tá rolando em tudo quanto é lista e em diversos blogs. A turma do photoshop além dos limites do bom senso parece não se ligar, enfim.

O lance é complicado pelo excesso, pelo descaramento. Afinal, maipulações fotográficas, longe do que defendem alguns pesquisadores e fotógrafos, não são uma praga pós moderna. Primeiro, por que não são uma praga e, segundo, porque sabemos que essa prática nasceu juntamente com a própria fotografia. O problema é quando o leitor aparece como um detalhe, quando se acredita que quem está “do outro lado” não precisa ser informado ou avisado sobre alterações que influenciam de forma crucial as relaçoes de significação daquele registro. Enfim, tema complexo que precisa sempre ser discutido, debatido, revirado e revisto.

Sobre o caso acima: Essa é Ticiane Pinheiro, apresentadora da Tv Record, que aparece nas páginas da Revista Isto é Gente, em poses que revelam o último mês da gestação da herdeira da família Justus. Até ai, tudo joia. Mas reparem para o umbigo da moça. Ou melhor: reparem para a falta do mesmo!

Enfim, momento para ser esquecido... Mais uma candidata brazuca ao photoshop disasters. Daqui a uns dias a gente ainda vai dar essa notícia!

Post enviado por João Guilherme Peixoto.

Marcadores: , , ,

Alô Houston... Big Picture. Relembrando Apollo 11


Foto: NASA

40 anos depois, há quem acredite que tudo não passou de uma mega produção Hollywoodiana, recheada de efeitos especiais e com o intuito de mostrar ao mundo o verdadeiro poderio da sociedade norte americana.

Teorias da conspiração a parte, fato é que, 16 de Julho de 1969 marcou a história da humanidade como sendo o inicio de uma jornada ao espaço que consagraria tres astronautas - Neil A. Armstrong, Michael Collins e Edwin E. "Buzz" Aldrin Jr – como os homens a pisar em solo lunar. Era o lançamento do projeto “Apolo 11”. Para não perder a data, o site Big Picture reuniu 40 imagens que retratam bem a aventura pelo espaço.

Vale a pena dar uma conferida. 40 anos depois, as fotos, e a dimensão do feito, ainda são desconcertantes.

Curiosidade: as imagens foram feitas numa Hasselblad 500EL, adaptada para funcionar na gravidade da lua e presa na cintura do traje espacial. A câmera ficou por lá, só voltaram os backs com os filmes. Motivo: o módulo lunar precisava ter o menor peso possível para retornar à terra.

Post Enviado por João Guilherme Peixoto.

Marcadores: , , , , ,

Larápios surrupiam foto da mostra "Wildlife Photographer of the Year", em São Paulo.


Foto: Cyril Ruoso. Surrupiada em São Paulo.

Com dados do Estadão.

Triste para a imagem do Brasil. No último feriado, uma das 15 fotografias da mostra inglesa "Wildlife Photographer of the Year", em exposição na Estação Clínicas do Metrô, em Pinheiros, zona oeste de São Paulo, sumiu - teria sido furtada, segundo a curadoria do projeto.

Detalhe: O espaço expositivo da estação está fora do alcance das câmeras de segurança.

A exposição "Wildlife Photographer of the Year" (Fotógrafo do Ano da Vida Selvagem), realizada anualmente desde 1964 pelo Museu de História Natural de Londres, é uma das mais reconhecidas competições fotográficas com temática ambiental do mundo. A foto desaparecida - Frodo's prize (O prêmio de Frodo), do francês Cyril Ruoso - não será reposta.

Marcadores: , , , ,

AGENDA PORTUGAL: Concurso National Geographic abre inscrições

Estão abertas as inscrições para a 4ª edição do Concurso Internacional de Fotografia “National Geographic”. Voltado exclusivamente para fotógrafos (profissionais e amadores) residentes em Portugal, o concurso conta com a colaboração da Epson e com o apoio da Olympus. São tres temas: Pessoas, Lugares e Animais. Para quem se interessar, o link como regulamento aqui. Os concorrentes poderão enviar os seus trabalhos via internet ou por correio, até dia 15 de Outubro de 2009. Os vencedores de cada categoria receberão uma impressora Epson e uma máquina fotográfica Olympus.

Post Enviado por João Guilherme Peixoto.

Marcadores: , ,

AGENDA RECIFE: Clicio na Arte Plural Galeria, em agosto.



O fotógrafo paulista Clício Barroso vem novamente ao Recife para ministrar um workshop na Arte Plural Galeria. O progama do curso versa sobre o uso das ferramentas do Photoshop CS4 e do Lightroom, Integrando os dois programas de edição e manipulação da imagem.

SERVIÇO:

Workshop sobre Photoshop CS4 e Lightroom-Integrado, com Clício Barroso.
Quando: 7, 8 e 9 de agosto, das 14h às 18h30.
Onde: Arte Plural galeria, Rua da Moeda, 140, Bairro do Recife.
Custo: R$ 320,00 (ou dois cheques pré-datado de R$ 160,00).
Informações e inscrições: (81) 3424-4431/9164-3564 /9111-7568.

Marcadores: , , , ,

Leica S2. Em breve, mas somente para os olhos.

É difícil explicar o fetiche que a Leica desperta nos fotógrafos.
Porém é fácil de entender quando se tem uma nas mãos e se observam os resultados.

O mais novo expoente da linhagem Leica está prestes a aparecer. Desde o ano passado, na verdade, seu lançamento está sendo ventilado. A S2 é uma camera, com um conceito cruzado: corpo de reflex, mas com sensor de médio formato. capaz de entregar uma imagem com 37,5 megapixels.

Trata-se no entanto, de um brinquedo que junto com a prometida qualidade, deve se destinar a bolsos nobres. Por enquanto, existem apenas três S2 à solta, fabricadas pela matriz alemã e destinadas para fins de demonstração. Marketing de água na boca à parte, em setembro, que é quando a Leica pretende lançar comercialmente a S2, o preço deverá chegar, segundo fontes, em torno de 20 mil dólares.

Abaixo uma foto da S2 ao lado de uma M8. Mais abaixo um vídeo apresentando o protótipo.



Marcadores: , ,

Sexo, maquetes e fotografia


Foto: Jonah Samsom: The Victims, 2008.

Essa é, no mínimo, divertida.

Jonah Samsom é Médico de dia e fotógrafo à noite. Na série de fotos intitulada "pleasantville" ele apela para uma mescla de recursos da fotografia, como o foco seletivo, e o diorama, técnica inventada no século XIX que utuliza maquete junto com fotos.

O tema? A pequena cidade, aparentemente pacata, que esconde bizarrices (Oh! que original! - Onde será que vi isso antes??) . A despeito desse clichê, "Pleasantville" é uma cidade imaginária cujos moradores, na verdade pequenos bonecos, são colocados em situações bem sugestivas. Ou controversas.

Simbologias explícitas ou sugeridas, situações bizarras e/ou inusitadas, humor trágico, sexo e violência são relidos no seu trabalho onde pode-se perceber uma crítica aos modelos da indústria do entretenimento.

Para ver "pleasantville" é só clicar no flickr de Samson ou no site pleasantville.

Marcadores: , , , ,

De olho nas lentes


Shutterbug: dissecando a óptica das lentes.


A shutterbug é uma revista de fotografia que dá uma importância destacada, às vezes excessiva, a questão do equipamento. Na edição de agosto, no entanto, ela presta um bom serviço à classe dos fotógrafos.

Explico: nesta edição a revista se direciona sobre a questão das objetivas, dissecando alguns mitos e outros lugares comuns. Vale conferir o texto que fala das lentes "genéricas" (sim, isso existe!), as famosas OEM (sigla de original equipment manufacturer), que às vezes podem ser identicas e equiparem equipamentos de marcas e modelos diferentes, com preços discrepantes entre si.

Traz ainda um bom texto explorando as diferenças entre as lentes profissionais e as dedicadas a usuários avançados. É interessante ler porque nem sempre a diferença de qualidade não é tão grande quanto a de preço entre essas faixas de consumo. Neste caso, o segredo da diferença de uma lente boa para uma não tão boa, podem estar mais nos elementos da construção como, por exemplo, o vidro, ou cristal utilizado, o desenho e projeto, os materiais da mecânica, do que, necessariamente, na marca.

De quebra, há uma matéria extremamente didática que deixa claro porque a Leica é o que é em termos de óptica. Apresenta alguns novos lançamentos da marca alemã, entre eles, a nova, ultra luminosa e caríssima, 50mm f : 0,95.

Quando chegar as bancas daqui, vale dar uma olhada. Por que é importante? Por abordar um assunto que normalmente muitos fotógrafos principiantes, (e alguns já rodados) negligenciam ao preferir gastar em câmeras e não ligar muito para as objetivas.

Em tempo: Quem aqui não já pagou o vacilo de comprar uma lente bonitinha por fora, mas ordinária na definição?

Marcadores: , , , ,

14 de jul de 2009

Manipulação no fotojornalismo: jornal hondurenho limpa sangue de manifestante assassinado

A dica é do amigo Marcos Palacios e do correspondente da Reuters Anthony Boadle.

Mais uma para a galeria do fotojornalismo manipulado. Dessa vez a pisada na bola coube ao jornal hondurenho La Prensa.



Foto Manipulada como foi publicada e Foto Original

O sangue de Isis Obeth Murillo foi limpo digitalmente do rosto e das roupas. A manifestante foi assassinada durante os protestos contra o recente golpe ocorrido naquele país.


Foto original

Como é que um editor de fotografia de um jornal, nos tempos de hoje, pode fazer uma dessas e pensar que ninguém vai perceber? O truque foi desmascarado e começa a correr na web. Aqui, damos a nossa forcinha...



Lay-out da publicação

Marcadores: , , , , , , ,

13 de jul de 2009

O bicho tá pegando - Parte III. Pamplona pelas lentes do Big Picture


Foto: A. ARRIZURIETA/AFP/Getty Images.

A farra-do-boi, versão espanhola, diga-se, festival de San Firmino, em Pamplona, acontece desde o século XVI. É bem mais barra pesada que os congêneres nacionais de Santa Catarina e da Vaquejada no nordeste. Desde 1591, o festival coleciona imagens fortes, gente machucada, às vezes morta, e agendamento anual da mídia.

É mais do mesmo. Mas é diferenciado pela potência e energia contida nas imagens. É impossível entender esse festival apenas olhando para a sua história e tradição. Conferindo o ensaio magistral apresentado no Big Picture, percebe-se que são imagens que acionam o imaginário que separa tenuamente o humano do bestial, do enfrentamento do homem com seus limites.

Imperdível. Impactante. O ensaio está muito bem editado.
Recomendado para quem não tem medo de sangue.

Marcadores: , , , , , ,

11 de jul de 2009

O bicho tá pegando - Parte I: Pamplona.


Foto: Alvaro Barrientos, para Associated Press.


Quer ver fotos de uma situação-limite?

Confira as fotos feitas de perto, às vezes, de muito perto, da tradicional corrida de touros de São Firmino, em Pamplona, Espanha.

O ensaio está no blog the frame, do Sacramento Bee. O resultado mostra que o método: "se suas fotos não são boas o bastante, é porque você não está perto o bastante" (Robert Capa), ainda vale!

Marcadores: , , , , ,

O bicho tá pegando - Parte II: China.


Foto: Ng Han Guan. Associated Press.

Depois do Irã e das imagens circulando em canais alternativos da mídia, através da combinação câmeras de celular + internet + redes sociais + twitter, agora parece ser a vez da China.

Vale conferir o Big Picture sobre os recentes conflitos étnicos que estão acontecendo por lá. A pedra de toque desse tipo de cobertura chama-se proximidade. Tem lá seus problemas também: a unilateralidade dos fatos, o não-aprofundamento, algumas deficiências técnicas. Neste caso, o Boston Globe faz uma mescla de imagens de celular, com outras, capturadas em vídeo e por fotógrafos. O resultado é interessante: observar como se estabelece uma conversa entre a cobertura dos fatos e a cobertura nos fatos.

Mas, mesmo com isso, aparecem coisas que o horizonte da mídia não estava costumado a agendar. Tempos novos, problemas novos, e consequentemente, novas formas de representação que surgem.

Marcadores: , , , , ,

Samba de Bahia (sic) é macumba pra turista


Foto: Andrew Sullivan

A Bahia é um vestibular para os fotógrafos. Nacionais ou estrangeiros, o lugar se apresenta como um percurso a ser feito e explorado visualmente. Exemplos são vários. Voltaire Fraga, Pierre Verger, Walter Firmo, David Alan Harvey, Christian e Mário Cravo, só pra ficar no que a minha curta memória permite lembrar numa manhã de sábado.

Pois bem, não dando continuidade a essa nobre linhagem de fotógrafos que enquadraram a cor e atmosfera baiana, aparece na Burn o Ensaio Samba de Bahia (sic), onde Andrew Sullivan, tenta, mas não consegue. Tá tudo lá: os tipos, as cores temperadas do fim de tarde, o Pelourinho, os mercados, o samba de roda. O problema é esse: a presença dos elementos é estereotipada através da busca das identificações que comporiam - na cabeça do fotógrafo - a essência musical da Bahia. Ao invés da complexidade cultural, o folclore mumificado. Ao invés dos personagens, os clichês.

Tudo muito óbvio e literal. É interessante ver como fotografar bem não significa, necessariamente, fazer fotos boas e muito menos fazer dessa produção algo com unidade e singularidade. O perigo é cair em ciladas que tipificam e reforçam construções e imaginários sociais consolidados. Em outras palavras: ser capaz de mostrar uma Bahia sem os filtros e estratagemas culturais predispostos.

Confira. Para ver, achar bonitinho e esquecer.

Marcadores: , , , , , , , ,

10 de jul de 2009

Obama: Yes, I can!

Políticos, líderes, chefes de estado...
As vezes esquecemos que, antes de tudo isso, eles são pessoas. Mas Obama, felizmente, nos fez lembrar disso!


Foto: Jason Reed para Reuters.

O click foi no encontro do G8, ontem, em Áquila, Itália. A moça, segundo a Reuters, é brasileira. Mayara Tavares. Ela faz parte dos delegados-junior do G8. O click foi de Jason Reed, para a Reuters. A imagem rodou o mundo e está em uma penca de jornais e sites.

Então, repetimos aqui. O lado Obama-vai-com-as-outras do AutoFoco tentou, mas não resistiu!

Marcadores: , , , , , , , , ,

Lens: O New York Times abre espaço para leitores


Foto: David Hunter

Depois da pisada na bola do ensaio com imagens alteradas digitalmente, que foi retirado do ar prontamente, o The New York Times acertou em cheio. Numa convocação de um dia só - 2 de julho - conseguiu compor uma galeria virtual com mais de 1500 imagens feitas em sua maioria com câmeras de celular.

Tem foto boa na seleção, que teve uma curadoria específica. Vale notar algumas tendências nesta experiência: o predomínio de paisagens, poucos portraits, e uma avalanche de fotos feitas com Iphone.

Aliás, a galeria serve também para perceber uma certa variação na estética digital. As cameras de celular geralmente possuem uma interpretação de cor, granulação e foco bem diferentes, o que, na sua proporção e ao seu modo, indica um regime de registro fotográfico ligado a uma usabilidade que está agregada à fotografia contemporânea. Além, claro, de ampliar brutalmente a capacidade de alcance e registro da realidade e consequentemente, a circulação dessas mesmas imagens.

Marcadores: , , ,

9 de jul de 2009

Mais um caso de imagem manipulada: agora a bronca foi com o New York Times


Nota do jornal New York Times: ensaio manipulado retirado da web.


Vez por outra o caso se repete. Desta vez promete ganhar escala pelo veículo envolvido ser o jornal The New York Times. O problema foi um ensaio colocado online no último domingo, de autoria do fotógrafo português Edgar Martins, intitulado Ruins of the Second Gilded Age. O ensaio é sobre casas e edifícios abandonados em meio à construção e à crise habitacional deflagrada no ano de 2008, que interrompeu processos de edificação. Até aí nada demais, idéia boa e sacada criativa: fotografar locais inacabados, que, no entanto, já são ruínas.

Mas, ai...

Acontece que um leitor percebeu indícios de manipulação de imagem, no caso, clonagem e repetição de elementos visuais (Reproduzimos algumas imagens abaixo). Ao entrar em contato com o NYT, este imediatamente retirou o ensaio e colocou online texto fazendo a mea culpa. Uma nota do próprio jornal, explicando o ocorrido, está na página inicial do slide-show quando se tenta ver o ensaio. Segundo a nota, a decisão foi tomada quando os editores confrontaram o fotógrafo diante das denúncias, desmascarando os indícios de alteração.

Permanece estranho o fotógrafo não ter ainda se pronunciado sobre o caso. Ainda mais sendo Edgar Martins um fotógrafo de imprensa atuante em Portugal e com prêmio no currículo.

Abaixo algumas amostras das fotos alteradas.





Marcadores: , , , , ,

8 de jul de 2009

Sua família é estranha? Experimente Awkward Family Photos e fique mais tranquilo...



A idéia é muito simples: fotos de família. Um gênero clássico da fotografia que documenta épocas, remete à memórias, atua como depositário da história da família. Mas, quando a coisa sai do script... Aí é que melhora!

Essa é a sacada do Awkward Family Photos (fotos esquisitas de família, numa tradução livre). Perceber o universal sobre a existência de famílias esquisitas, sem-noção, excêntricas e o recheio de bizarrices e situações estranhas que isso pode gerar.

A idéia do blog é de Mike Bender e Doug Chernak, que cresceram juntos em Nova Jérsei e hoje trabalham como escritores em Los Angeles. A concepção do blog foi assim: os dois almoçavam juntos contando histórias sobre as famílias de cada um, e as situações esquisitas. Os dois voltaram para a casa e começaram a procurar fotos antigas.

A dupla encontrou mais fotos na internet e pediu a amigos que doassem fotos para o projeto. "Eu mesmo inclui uma da minha família", disse Bender, "mas não vou dizer qual é!". Quando tinham fotos suficientes, os dois lançaram o site. Um amigo que trabalha em uma estação de rádio anunciou o blog e outras estações foram atrás.

A partir daí, se deu a reação em cadeia. Resultados do blog: 2 milhoes de acessos diários! Isso mesmo: 2.000.000/dia. E sondagens de três editoras - Penguin, Harper Collins e Random House - interessadas em publicar um livro com as fotos. Até o Obama está por lá.

Sente-se em frente ao computador, abra uma cerveja e se prepare para as risadas!

Marcadores: , , , , , ,