21 de out de 2010

Cegueira e visão, parte 2. Borges e Bresson.

Já cego, muito do que ocupava Borges passou a dizer respeito a fotografia. Em 1986, Borges indica para ganhar o prêmio Novecento (dado por uma fundação italiana) Cartier Bresson.

É um prêmio com o critério esquisito, de que, quem ganha indica, dois anos depois, o ganhador subsequente. Mas, estranhezas a parte, vamos lá:

Borges pessoalmente telefona a Bresson para confirmar se ele aceitaria a premiação. "Mas, por que eu?", responde Bresson.

- "Porque sou cego, disse Borges, e quero te dar o prêmio em reconhecimento aos teus olhos".

.

Marcadores: , , , ,

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial