23 de mar de 2009

Salgado, sem Leica e de digital.









Durante o bate-papo com Walter Firmo, na Arte Plural, alguém já tinha levantado o rumor (nota de revisão: foi Marcão, colega nosso de Recife). O AutoFoco foi conferir e parece que procede. Um dos últimos fundamentalistas do suporte analógico para a fotografia, o brasileiro Sebastião Salgado, parece ter aderido de vez à base digital. Ao menos é o que se vê em três fotografias - de autoria anônima - mas tiradas do blog Foto Grafando -onde Salgado é mostrado manuseando o que parece ser uma Canon e uma Hasselblad digitais.

Mais que sinal do tempo, desperta a curiosidade no sentido de ver o que isso implica na mudança ou não do apurado senso estético de Salgado. Ele nunca escondeu uma certa resistência em relação ao digital. A curiosidade imediata seria ver fotos em cores feitas por Salgado, algo que ele, ao menos na produção pública, não realiza desde o começo dos anos 80.

Por que isso é importante? De certo modo, seus registros mais conhecidos nascem de uma relação com a temporalidade que o filme dispõe de modo diferente da imagem digital. Poder trazer para o momento da captura a simulação do resultado final é um grande diferencial. Se isso irá parir um Salgado 2.0, o tempo e os bits dirão.

Pergunta que fica martelando: já que Salgado foi fiel a Leica por décadas, por que não uma Leica digital?

Marcadores: , , , ,

4 Comentários:

Às ter mar 24, 08:49:00 AM 2009 , Blogger Marco Antonio Silva disse...

Eu levantei a bola do Salgado com digital no debate, e fico feliz que tenhas pesquisado. Quanto à mudança de marca, provavelmente uma questão de patrocínio, ou mesmo um teste para definir o equipamento mais adequado ao seu trabalho.

 
Às ter mar 24, 11:39:00 AM 2009 , Blogger Afonso Jr disse...

Valeu Marcão. Já fiz uma nota de revisão indicando a autoria da levantada da bola do rumor do Salgado 2.0.
Obrigado pela lembrança.

Quanto a não ser Leica... Pode ser isso sim, mas pode ser também que as leicas digitais tem sido meio que "mico" no ambiente profissional.

 
Às ter mar 31, 08:06:00 PM 2009 , Blogger Guilherme Stadnik Herz disse...

A que parece uma hassel é uma pentax 645, de filme, que ele está usando no projeto gênesis.
As digitais parecem umas canon 1d com uma 24-105 e uma 100 macro.

Agora o porquê do homem usar esses equipamentos me escapa.
Deve ser a idade.

 
Às sex abr 24, 12:05:00 PM 2009 , Anonymous Michel Téo Sin disse...

Olá. Aqui é o Michel Téo Sin, do blog Foto Grafando.

Como o Guilherme disse, a médio formato não é digital, e sim uma de filme PB, do projeto Gênesis. É a primeira experiência do Sebastião Salgado com filme médio formato em um projeto dele.

Quando eu achar essas fotos coloridas e digitais do Salgado, aviso vocês.

Abraço

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial