24 de jan de 2010

Unilateralidade e dependência informativa. As agências de imagem e o Haiti

Uma das leis mais sólidas da relação entre jornais e agências de notícias/ imagens é que quanto mais dependente um veículo está dessas fontes, mais unilateral é a cobertura e, consequentemente, a construção da realidade.

Da teoria à prática. 4 exemplos. Terremoto no Haiti e o agendamento internacional do fato.







Acima: Temos capas de veículos do Brasil, Inglaterra e Canadá. Todos redundando a mesma foto.
Falta de imaginação? Acomodação? Não é tão simples assim. O jornalismo opera acionando alguns códigos no seu regime de construção. Lançar mão de fotos que sejam síntese de um fato é um desses recursos.

Os 4 exemplos acima são um exemplo disto e também uma possibilidade de entender o fotojornalismo sob as luzes da prática jornalística, além das possibilidades estéticas envolvidas na fotografia.

.

Marcadores: , , , , , ,

1 Comentários:

Às qui fev 11, 02:59:00 PM 2010 , Blogger caco/carlos/nigro disse...

parabéns, afonso. Tá muito bom isso aqui.

Abraços

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial