14 de mai de 2009

Fotografias por cegos, em exposição nos EUA


Foto: Kurt Weston.

Com dados do UOL.

Ser cego e poder fotografar. Esse é o tema da exposição “Sight unseen”, que está no Museu de Fotografia da Califórnia, traz uma série de fotos feitas por cegos e portadores de deficiências visuais severas. São 12 artistas, usando as mais diferentes técnicas para produzir suas imagens. Segundo uma reportagem da revista “Times”, o fotógrafo Kurt Weston, que perdeu sua visão para a AIDS, utiliza um scanner para fazer seus retratos.

Uma referência paralela que tem abordagem semelhante, é o documentário brasileiro, Janela da Alma, dirigido por João Jardim e Walter Carvalho, este último, diretor de fotografia. Neste filme, o fenômeno da visão é descrito de modo inusitado: a partir de quem tem perturbações no aparelho visual ou até mesmo cegueira.

Já a escocesa Rosita McKenzie tem uma direção mais livre: “Eu posso experimentar, porque eu não enxergo. No lugar disso, sinto a luz no meu rosto. Ouço o barulho do vento nas árvores ou sinto a fragrância das flores no ar”.

Evgen Bavcar
define bem a vida de um fotógrafo cego: “Eu tenho uma galeria particular, mas, infelizmente, só eu posso visitá-la. Outros podem entrar por meio das minhas fotografias, mas eles não vêem os originais, apenas as reproduções”.

A exposição vai até 29 de agosto em Riverside, nos EUA.

Marcadores: , , , , , ,

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial