7 de out de 2009

Irving Penn. 1921 - 2009.


Irving Penn em 1951.

Morreu hoje, aos 92 anos de idade, em sua casa em Nova Iorque, o fotógrafo Irving Penn. Não é exagero afirmar que Penn está para a fotografia de moda, como Robert Capa está para o fotojornalismo. É uma referência absoluta, divisora de águas da maneira de se tratar a moda visualmente.

O estilo de Penn era claro, limpo e minimalista. Essa economia de recursos, vamos falar assim, no entanto criou uma linha de admiração graças a uma - longuíssima - colaboração entre Penn e a revista Vogue, que remonta aos anos 1940. Mas o fotógrafo não jogava só na moda. Retratos memoráveis de personalidades, still-life e trabalhos de cunho etnográficos também compõem seu valioso portfolio.

Sua longa carreira na vogue atravessou décadas e tendências, ao passo que Penn manteve a sua identidade e estilo. Nada de movimentação, de borrados, de movimentos esdrúxulos. Contida e elegante, porém dirigida e com pouca intenção espontânea, a fotografia de Penn tinha uma pegada calma, mesmo quando fotografava os motoqueiros do Hells Angels, clicados por Penn em 1967.

Neste estilo soube alçar o trabalho editorial de moda para os espaços das paredes das galerias e museus especializados em fine-art. Foi ao mesmo tempo um desbravador e um formalista rigoroso. Capaz de através das fotos iconizar todo um repertório visual da moda, dos costumes e de personagens do século XX.

Vale a pena conferir a excelente cobertura dada pelo NY Times. Em tom de restrospectiva e não perdendo nenhuma chance de dizer por que, onde e como Penn foi importante.

Abaixo, um slide-show com alguns de seus trabalhos mais memoráveis.




.

Marcadores: , , , ,

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial